.
O Segredo das Bruxas

sábado, 23 de abril de 2016

Sobre a inveja

Foto: Diego Vara



"É triste não ter amigos?
Ainda mais triste é não ter inimigos,
Porque, quem não tem inimigos,
É sinal de que não tem:
Nem talento que faça sombra,
Nem caráter que impressione,
Nem coragem para que o temam,
Nem honra contra qual murmurem,
Nem bens que lhe cobicem,
Nem coisa alguma que invejem..."
(Voltaire)



A inveja é um fruto da insegurança, temos de nos conscientizar disso, tanto quando a sentimos, quanto quando somos alvo dela. A inveja é uma máscara atrás da qual muitos de nós escondem suas angustias, onde descontamos nossa frustração, pois, ora, se eu não tenho, o outro também não deveria ter.
Algumas pessoas não entendem que o tempo de florescimento de um é diferente do outro, e por isso, quando plantamos algumas sementes, o cultivo de uns florescerá mais rápido que o de outros em determinados aspectos. As habilidades do jardineiro também influenciam, alguns são naturalmente mais preparados para o cultivo de determinadas especies, por exemplo, eu e você queremos aprender a pintar, porém você nasceu com um dom natural, enquanto eu terei de estudar. Suas sementes nesse aspecto muito possivelmente florescerão antes das minhas. Enquanto em um outro setor minhas habilidades naturais podem ser superiores as suas, eu posso aprender a tocar bateria com mais facilidade, por exemplo.
Quando se deparar sentindo inveja de alguém, trabalhe esse sentimento. Encontre o porque de ele estar ali e transforme-o em energia criativa. A inveja pode ser o veneno da alma, ou o adubo das criações. A escolha é toda sua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba por e-mail:

Quem lê?

Pra pensar:

Eu leio:


Design by Touka Arte