.
O Segredo das Bruxas

quinta-feira, 24 de março de 2011

Doce solidão

Olá meus amores, como estão?
Espero que muito bem!

Ando meio "ausente" por aqui né?
Eu sei, desculpem-me?!
É que tirei uns dias para dar uma limpeza geral no meu quarto, mudar os móveis de lugar (adoro!) e me desfazer do que não uso mais. (daqui a pouco volto pra lá, ainda não terminei!)
Estou também voltando a fazer coisas que eu havia deixado de lado, como desenhar e tocar violão...

Hoje vim falar da solidão. As pessoas sempre lembram de uma solidão extrema, depressiva, triste... tudo depende do modo em que se encara, como eu costumo dizer, o significado das palavras depende do conceito que cada um dá a elas.
Estar sozinho é bom, e até necessário muitas vezes, para se encontrar, para se conhecer. Podem ser minutos, horas, dias, depende muito do quanto se precisa dela. As pessoas hoje em dia, têm se preocupado tanto em se cercar de pessoas, existe um medo tão grande de estar só consigo mesmo, que se enchem de companhias que em muitas das vezes não lhes agrega nada, muito pelo contrario, tiram... te tiram o sossego, a auto-estima, a confiança e principalmente as energias. Depois você se pega “querendo férias de tudo”, “precisando de um retiro no meio do mato” sem saber por que, estas são as expressões que eu mais escuto, isso apenas reflete a necessidade da solidão em sua vida, solidão essa, que você vem negando a si mesmo há muito tempo. Precisamos estar sós para colocarmos pensamentos em ordem, ou apenas nos sentir.
Temos que aprender a apreciar a nossa própria companhia, para que os outros também a apreciem. Sair com amigos é ótimo, até mesmo se forem meros conhecidos, porem, tem um gostinho todo especial um cineminha a sós, apenas você, a pipoca e a tela; ou um passeio no parque, a passos vagarosos onde você determina o ritmo, o que fazer, e a hora de voltar, e só tem um jeito de conhecer este gostinho... experimentando!

Beijinhos e até o próximo post.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba por e-mail:

Quem lê?

Pra pensar:

Eu leio:


Design by Touka Arte